Pesquisar este blog

domingo, 1 de setembro de 2019

Balanço - Agosto/2019


E a vida vai se normalizando. Retomei minhas atividades físicas. Coloquei cordas na guitarra. Ainda não cheguei numa rotina mas não posso reclamar. Às vezes me pego em plena segunda-feira às 11 da manhã com minha filha no parquinho ou fazendo compras no mercado. Aí lembro que são essas as coisas que a IF proporciona.

Grande novidade é que a partir deste mês meu apartamento virou mais um ativo na carteira: recebi o primeiro aluguel. Mais uma fonte de renda !

Tive uma proposta pra fazer um freelancer mas era justamente numa semana em que estava viajando. Teria sido bem legal ganhar um dinheirinho extra. Uma hora rola. Fazer uns freelances assim de vez em quando eu acho legal. Ficar meses a fio numa empresa só é que não dá mais. Se me deixassem trabalhar meio período certamente não teria saído do mundo corporativo agora, dava pra aguentar mais um pouco.


Esse mês aproveitei as quedas e comprei mais um pouco de ações e FIIs com uma grana que eu tinha num CDB 100% do CDI. Pelo que vi já deu retorno.


Falando em renda variável, um dia estava vendo algo no Youtube e me apareceu esse vídeo abaixo. Tenho que compartilhar porque me deixou perplexo. O cara em 20 minutos torra 450 mil na bolsa. E eu às vezes fico uma hora olhando pra ver onde vou investir 2 contos. Vejam, mas tem que ter estômago ! Tirem as crianças da sala !






Os números de agosto/2019:
  • Tesouro direto (Pré-fixado, IPCA, Selic): -0,56% - marcação a mercado é isso aí
  • FGTS: 0,24% - a mesma merda de sempre
  • Ações: -1,42% - dancei, mesmo tendo vendido WEGE3 e LAME4 no topo no início do mês
  • FIIs: -0,57% - meu querido ABCP11 micou e quase tudo caiu esse mês
  • EUR: 7,27% - euro disparou
  • USD: 7,67% - dólar disparou

Alocação atual:

Renda Fixa
Renda Variável
Multi mercado
43%
30%
27%


Outros ativos:
  • Colchão de segurança (Tesouro SELIC, Fundo DI):  0,39% - mais que isso não vai

Concluindo:
  • Rendimento global da carteira: 0,73% - não posso reclamar; no ano acumulo 8,4%
  • Taxa de retirada: 0,08% - dentro da meta. 
Nesse momento estou planejando uma taxa anual de retirada por volta de 3,4% no máximo, o que daria uma retirada mensal de 0,28%. A taxa de retirada é calculada em cima do patrimônio do mês anterior (imóvel e investimentos), já descontando dividendos e aluguel recebidos neste mês. Ou seja é retirada mesmo. 


Todas rentabilidades acima são líquidas, com exceção de previdência privada. Já está descontado IR e taxas para se desfazer dos ativos. Para ativos no exterior considerei um ágio de 5% no câmbio se quisesse trazer tudo pro Brasil, mais multas e impostos.



Indicadores do mês:
  • CDI: 0,50%; no ano acumula 4,18%, ou seja, nesse ano até agora estou a 200% do CDI ! Loucura !
  • IPCA: 0,11%; no ano seriam 2,54%
  • Poupança: 0,34%; no ano 2,98%

Próximos passos

FIIs agora acho que só entro se for subscrição. Vi que vai ter do HGRE11 e HTMX11. ABCP11 depois de tantas alegrias entrou pro time dos micos ao lado de FAMB11B e MFII11. Pior que o shopping em si é bom, uma fábrica de dinheiro, tá sempre lotado. Renda variável não é pra qualquer um. Aproveitei a queda pra comprar mais e vou segurar mais um pouco.

Quanto à ações estou querendo dar uma olhada se tem algum fundo que valha a pena. Já comentei que não tenho competência pra selecionar as barganhas do mercado. Até gostaria de estudar pra adquirir tal competência porém tem mais um monte de coisas que eu quero estudar e fazer, então tenho que fazer uma escolha. Penso em deixar 10% da carteira num fundo e seguir com algumas blue chips em 50%, mais 40% em ETF. Bem conservador, visando o longo prazo.


Renda fixa está um mato sem cachorro. Vence um CDB em setembro e devo reaplicar por falta de opção. A verdade é que estou muito próximo da minha alocação de ativos ideal.


No próximo post farei um balanço sobre os primeiros 100 dias sem trabalhar, vagabundando pelo mundo e vivendo do vento, de renda passiva e de rendimentos. Não perca !



4 comentários:

  1. o ABCP11 teve um problema de enquadramento, você viu né? Por isso caiu tanto, mas o final da história é impossível prever!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei sabendo da treta. Qual o próximo que vai micar ?... Nao da pra confiar em ninguém. Tem que diversificar sempre.

      Excluir
  2. Olá, QVV!

    100 dias de vagabundagem oficial? Nossa, que sonho, bom ler sobre isso para me inspirar mesmo. E parabéns por ter ganho mais uma fonte de renda (passiva?) com o apartamento. Pretende entrar no mercado imobiliário (não-FII) mais a fundo no futuro?

    Gostei da sua diversificação. Bem interessante a carteira. Tem coisas nela que eu nunca pensei em nem procurar.

    Pergunta: de kickoff até o primeiro dia de vagabundagem, quanto tempo se passou? Fico curioso em ver a história do pessoal.

    Abraços e seguimos em frente!

    Pinguim Investidor
    https://pinguiminvestidor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Pinguim, obrigado pela visita ! Foram quase 30 anos de labuta até o dia em que joguei a toalha. Um tempo muito mais longo que os gurus da IF levaram, mas tudo bem. Mercado imobiliario da muito dinheiro mas nao tenho tempo e contatos pra procurar as barganhas, entao vou ficar só com FIIs mesmo. Vamo que vamo, sucesso pra vc !

      Excluir