Pesquisar este blog

segunda-feira, 8 de julho de 2024

Balanço - Junho/2024

Datas comemorativas de junho: lista ...   

Queridos meia dúzia de leitores, chegamos à metade do ano impulsionados pela alta do dólar e SP500 no topo histórico. Viva a diversificação !

Eu de férias curtindo a família e torrando grana. São Paulo, cidade monstro, cheia de surrealismo. Minha mais recente descoberta é que dependendo do trajeto sai mais barato ir de Uber que de transporte coletivo. Doideira.

Mas vamos ao que interessa.


Desempenho da carteira

Todas rentabilidades abaixo são líquidas, com exceção de previdência privada. Já está descontado IR e taxas para se desfazer dos ativos. Para ativos no exterior considerei um ágio de 5% no câmbio se quisesse trazer tudo pro Brasil, mais multas e impostos.
 
Tesouro direto (Pré-fixado, IPCA, Selic): -1,3%
E dá-lhe subida de taxas ! Catei mais 2 títulos a 6,52%, que deve ser a maior taxa que já peguei.
 
Renda Fixa (CDB, LCx, Debêntures): 0,9%
Fundos de Infra se valorizaram e deram um yield de 0,87%.

Fundos: 0,4%
Aos trancos e barrancos não fechou no negativo.

Ações: 0,7%
Foi milagre não fechar no negativo.

FIIs: -3,1%; DY do mês ficou em 0,87% 
Dessa vez foi ladeira abaixo.

EUR: 6,9%
Disparada !
 
USD: 7,7%
Bombou ! Até vendi um pouco de ouro pois passou demais do meu limite que é 3% da carteira.

Veja detalhes atualizados sobre a carteira no meu Painel de Controle.


Outros ativos


Reserva de segurança (SELIC, RF): 0,7%
Tá de bom tamanho.

Grande parte é dolarizada, o que explica a alta expresiva.


Resultado do mês


Rendimento global da carteira: 1,4% acumulando 4,2% no ano 
Rendimento real nos últimos 12 meses: 3,6% 
Taxa de poupança: 40%
 
Indicadores:

CDI: 0,79%, acumulando 5,2% no ano 
IPCA previsto: 0,39%, acumulando 2,67% no ano 
Poupança0,5367%, acumulando 3,4032% no ano

Melhores investimentos do semestre: USD (28,6%), EUR (14,5%), Prev Privada (9,3%)    
Piores investimentos do semestre: Ações (-8,3%), FIIs (-3,2%), TD (-2,3%)

Tudo que é atrelado a ativos no exterior subiu enquanto todos os ativos brasileiros despencaram. Ainda assim, superar o CDI parece missão impossível, ainda mais com a diminuição do ritmo de corte dos juros.


Próximos passos  

Pois comecei a mexer de novos nas minhas planilhas mas por causa das férias e preparativos não consegui continuar. Por enquanto os maiores ponto de atenção são plano de saúde e supermercado. Parece que tudo subiu muito no Brasil nos últimos anos.

Bons investimentos a todos e obrigado pela visita !

Um comentário:

  1. Vagabundo, seu desempenho no ano está ótimo.

    Sobre o preço das coisas no Brasil, fico até irritado de falar nisso. Parece que estamos sempre nadando contra uma correnteza impossível de ser superada.

    Abraço.
    https://engenheirotardio.blogspot.com/

    ResponderExcluir